Diretor criativo de Assassin’s Creed é demitido da Ubisoft após investigação de má conduta

Ashraf Ismail, ex- diretor criativo de Assassin’s Creed Valhalla, que deixou o cargo em junho após ser publicamente acusado de buscar relacionamentos extraconjugais com mulheres sob falsos pretextos, de acordo com um anúncio interno da Ubisoft.

Funcionários do escritório da Ubisoft em Montreal, onde Assassin’s Creed: Valhalla está sendo desenvolvido, foram notificados da decisão ontem. “Após uma investigação por uma empresa externa, foi determinado que o emprego de Ashraf na Ubisoft, deveria ser encerrado”, diz a mensagem subsequente para toda a empresa, uma cópia da qual foi obtida pelo Kotaku. “Não podemos fornecer quaisquer detalhes sobre esta investigação confidencial.” A rescisão de Ismail, ocorre em meio a investigações em andamento sobre má conduta na Ubisoft, após uma onda de acusações de assédio e outros abusos no início deste verão.

Em 21 de junho, Ismail foi acusado no Twitter por se envolver em casos, no qual mentia sobre ser solteiro e usava o seu cargo na Ubisoft como pretexto. “Esta pessoa é casada. Quando ele começar um relacionamento com você, saiba que ele é casado”, escreveu uma streamer chamada Dani, uma das mulheres para quem Ismail mentiu. “Não quero que outras mulheres passem pelo mesmo, e já ouvi várias me dizerem que ele fez as mesmas coisas com elas e todas estiveram na comunidade de jogos”, escreveu ela em um tweet subsequente. Parte da alegação era que Ismail estava usando sua posição de poder na Ubisoft para buscar relacionamentos com mulheres novas na indústria de jogos.

Após as alegações públicas, Ismail anunciou em 24 de junho no Twitter, que deixaria o cargo de Assassin’s Creed Valhalla para “lidar adequadamente com os problemas pessoais da minha vida”. Ele continuou: “A vida da minha família e a minha própria, estão destruídas. Lamento profundamente por todos os feridos nisso.”

Ashraf está na Ubisoft desde 2009, mais recentemente como diretor de jogos em Assassin’s Creed Origins de 2017 e como diretor criativo em Valhalla.

Ele agora se junta a uma lista crescente de homens que foram demitidos, forçados a renunciar ou se separar da Ubisoft após alegações de má conduta, que incluem alguns dos talentos criativos mais experientes da empresa. Embora algumas dessas saídas, como a do ex-diretor de criação Serge Hascoët, tenham sido anunciadas publicamente, outras só foram comunicadas internamente e, em alguns casos, de acordo com três fontes com as quais Kotaku falou, apenas para os membros diretos da equipe associados a essas indivíduos.

Embora nem sempre publiquemos os resultados das investigações em todo o mundo, as partes relevantes, incluindo as vítimas e os envolvidos nas investigações, serão informados dos resultados das investigações, incluindo ações disciplinares quando aplicável”, dizia um comunicado no Mana de 10 de agosto, uma cópia da qual foi obtida pelo Kotaku. “Antes e durante as investigações, a fim de proteger a integridade das mesmas, apenas o gerente e as vítimas e os envolvidos na investigação, recebem informações. Se uma investigação resultar em demissão, as equipes e departamentos relevantes também serão informados.”

VIA: Kotaku

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: